Logo Logo2

Crítica: Sepultura (Roots, 1993)

1 mês atrás - Visto 35 vezes

Ousadia e música de qualidade, são esses dois maiores conceitos que fizeram Sepultura ganhar o Mundo com o seu heavy metal e estilo único em fazer uma música pesada que englobe diversos assuntos em um único estilo.

Roots, lançado em 20 de fevereiro de 1996 com uma pegada mais nu metal do qual tinha acabado de “nascer”. Sepultura deixou de lado aquela fase ao Trash Metal da década de 80, com o uso proeminente de guitarras em afinação baixa e riffs rítmicos e sincopados, ao contrário das influências industriais apresentadas em Chaos A.D.

Outra característica importante do álbum foi o uso de percussão tribal. Algumas músicas foram gravadas numa tribo Xavante e contaram com o auxílio dos indígenas nas vocalizações. 

Posteriormente, tornou-se referência para bandas do gênero nu metal, alcançado os surpreendentes 500 mil cópias vendidas somente nos EUA! Um feito histórico para uma banda de Minas Gerais.

Um fato curioso! Os integrantes passaram alguns meses em negociações com a tribo Xavantes para que os indígenas participassem de algumas faixas do álbum e também saíssem em turnê com a banda.

Mesmo sendo uma banda de heavy metal, em duas faixas do álbum, foram utilizados viola caipira, além de berimbau. Essa mescla de instrumentos e uma pegada mais pauleira foi o estopim para o sucesso.

Integrantes:

Max Cavalera - vocal, guitarra

Andreas Kisser - guitarra

Paulo Jr. - baixo, percussão

Igor Cavalera - bateria, percussão, timbau, djembê

Faixas:

1-Roots Bloody Roots
2-Attitude
3-Cut-Throat
4-Ratamahatta
5-Breed Apart
6-Straighthate
7-Spit
8-Lookaway
9-Dusted
10-Born Stubborn
11-Jasco
12-Itsári
13-Ambush
14-Endangered Species
15-Dictatorshit
16-Procreation (Of The Wicked) – Celtic Frost Cover
17-Symptom Of The Universe (Black Sabbath Cover)

Crítica Música

Compartilhar nas redes sociais

Sobre o Autor

Botter

Colaborador

Jogador e professor de xadrez. O típico nerd apaixonado por ciências, astronomia e astrofísica. Ah! Viciado em literatura, hqs, filmes e séries. Café combina com Pizza.